18 de janeiro de 2005

O Filhodaputismo : Ontem, hoje e amanhã

Kirk Douglas teria dito uma vez, “Não é necessário ser um bom sujeito para ser talentoso, Stanley Kubrick, por exemplo, é um filho-da-puta talentoso”.

Este é apenas um exemplo, mas se pararmos para pensar, geralmente os filhos-da-puta são sempre as pessoas mais bem sucedidas do mundo. A maioria das pessoas acham que isso ocorre porque filhos-da-puta não tem escrúpulos e sempre passam por cima das pessoas para conseguirem o que querem, mas não creio que este seja o verdadeiro motivo.

Para compreendermos as verdadeiras razões que levam os filhos-da-puta ao sucesso, devemos analisar as raízes do filhodaputismo na sociedade cristã-ocidental.

Não posso dizer ao certo quando surgiram as primeiras putas da história, mas todos dizem que esta é a profissão mais antiga do mundo. Por isso, temos que voltar aos princípios - a aurora da humanidade (Se você não consegue imaginar como era a aurora da humanidade, alugue “2001- Uma odisséia no espaço” e assista somente aos 20 minutos iniciais). Nesta época deveriam existir os homens que eram encarregados de caçar para a tribo, os guerreiros, as donas de casa e é claro, as putas. As putas eram no caso, as únicas fêmeas que tinham que sair de suas cavernas, pois precisavam procurar a sua clientela. Então os filhos das putas (aqui ainda não se usava o hífen) ficavam constantemente à mercê de todos. Imaginem que para estes pobres indíviduos as leis da seleção natural sempre foram intensificadas. Desta forma, os filhos das putas que conseguiam sobreviver se tornavam naturalmente os elementos mais fortes e mais inteligentes de suas tribos.

Apesar de descenderem daqueles filhos das putas longínquos, os filhos-da-puta atuais não são necessariamente filhos de putas. Porém, identificá-los não se tornou mais difícil por causa disto. Eles são nossos governantes, os detentores dos meios de produção, comem as melhores mulheres (os cafajestes são uma subpopulação derivada dos filhos-da-puta) e na maioria das vezes são extremamente talentosos.

Esta é outra vantagem de ser filho-da-puta, se você for realmente bom em alguma coisa, as pessoas te acham um gênio e você ganha uma espécie de isenção para fazer qualquer tipo de merda. “Aquele cara é mó filho-da-puta!”. “Não liga não, ele é só meio excêntrico.”

É claro que tem muito pseudo filho-da-puta por aí. Não passam de um bando de posers. Estes caras normalmente não valem nada, pois além de agirem como perfeitos filhos-da-puta, não conseguem atingir o grau de excelência dos verdadeiros. Aliás passam longe disto. Na maioria das vezes estes posers são uns merdas completos na vida e ficam se portando desta maneira achando que vão conseguir alguma buceta. Para estes infelizes resta apenas uma vida de frustrações, que são descontadas quase que semanalmente através de seus blogs patéticos.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial