19 de fevereiro de 2005

C'est la vie sans moi

Meu querido filho,


Quando você estiver lendo estas palavras, eu já não estarei mais aqui. Escrevi esta carta com as últimas reservas de energia que existiam dentro do meu ser, visto que estou com câncer em estágio terminal. Se sua mãe seguiu minhas instruções corretamente, você estará lendo esta carta no dia em que completar 13 anos.

Então hoje é seu aniversário.

Meu filho, te desejo toda a felicidade do mundo, você não sabe o quanto eu gostaria de estar aí com você. Infelizmente eu não fui forte o suficiente, peço seu perdão por isso.

Gostaria de ver como você está, quanto você cresceu em todos estes anos, sentir o aumento de seu peso toda vez que você subisse no meu colo.

Tem tanta coisa que eu gostaria de te falar. Tanta coisa que eu gostaria de te passar. Foi por isso que eu escrevi esta carta. Não sei se agora você vai ter maturidade o suficiente para entender tudo o que eu estou escrevendo, por isso sinta-se livre para voltar a ler esta carta ao longo dos anos. Também não vou conseguir botar no papel tudo o que eu tenho a dizer, mas vou tentar fazer um apanhado geral.

Quero te contar sobre o mundo.

Se lembra quando eu e sua mãe falávamos que a coisa mais importante de se cultivar era a beleza interior? Esqueça isto. A aparência de uma pessoa é uma das coisas mais importantes, se não a mais importante da vida. Obviamente, você já reparou que você é um pouco diferente dos outros garotos da sua idade. Você tem algo que os médicos se referem como lábio leporino. Felizmente, hoje em dia isto pode ser corrigido através de cirurgia plástica, mas infelizmente a cirurgia custa caro e não temos nenhum dinheiro. Não sei se nestes anos sua mãe conseguiu economizar algo, mas conhecendo aquela criatura, eu duvido muito. Isto quer dizer que se você quiser corrigir isto, vai ter que trabalhar duro. Eu sei o que você deve estar pensando neste momento, “Mamãe, sempre fala que eu sou bonito.”, mas isto é mentira. Adultos mentem, lembra como você chorou quando eu te contei que Papai Noel não existia? Pois é...

Agora que você está entrando na adolescência, seus hormônios devem estar em ebulição. Então você já deve estar começando a prestar atenção em suas coleguinhas. Meu filho, se você quiser um dia ter alguma chance com elas, você vai ter que consertar esta cara primeiro. Por mais que as mulheres digam que elas não se importam tanto com a aparência dos homens (outra mentira, álias), nenhuma delas se sentirá confortável ao lado de um sujeito com lábio leporino. A propósito, não sei se você já reparou, mas você é meio fanho também, acho que em decorrência da sua fenda palatina. A voz de um homem é algo que a mulheres realmente reparam, portanto se tiver a oportunidade procure uma fonoaudióloga. Outra mentira que as mulheres falam é que tamanho não é documento. Filho, homens com pinto grande já tem meio caminho andado nesta vida. Infelizmente, acho que você puxou a mim, o que significa que as coisas também não serão fáceis nesta área, e quanto a isto não há nada que se possa fazer.

Estas bombas a vácuo que vendem por aí realmente nao funcionam. Aliás, não acredite em nenhum dos produtos que prometem aumentar o seu pênis.

Bom, quando você corrigir sua cara, sua maneira de falar e superar seus complexos com um bom analista, provavelmente você encontrará a mulher dos seus sonhos. Só que ela não vai querer nada com você. Então, você irá se contentar com uma que não é tão bonita, mas que compensará isto com personalidade. Quando vocês dois estiverem juntos, você pode até pensar naquela outra, a garota dos seus sonhos, mas NUNCA, NUNCA confunda os nomes. É impressionante como uma relação pode ser solidificada se você consegue fantasiar nos momentos íntimos. A partir de uma relação estável de muitos anos, pode até surgir o amor. É realmente uma pena que ele também desapareça ao longo dos anos...

Tem tanta coisa que eu ainda gostaria de falar para você... Mas eu estou cansado, tão cansado...

Acho que da próxima vez vou gravar uma fita de vídeo...

Meu filho, se você soubesse o quanto eu te amo...

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial