24 de junho de 2005

Consumidos do mês

ou "Revelando maus hábitos"

Fortaleza Digital (Dan Brown) - O livro de estréia do best-sellerista é como um filme de Schwarznegger: legal, divertido e rasteiro, e se mesmo um filme de duas horas às vezes te faz sentir que está perdendo tempo "com essa porcaria", num livro de 330 páginas a sensação é bem mais intensa. Do mesmo template - e "template" nesse caso, não é uma piada exagerada - de Código Da Vinci e Anjos e Demônios.

31 Canções (Nick Hornby) - A primeira reação é ficar meio assim assim, porque das 31 canções que batizam as historias do livro, arrisco dizer que um brasileiro normal só conhece lá umas 3 ou 4, mas acaba que o conhecimento das músicas não compromete a leitura que embora às vezes pareça com uma coluna do Dapieve, em geral é uma delicinha.

Hell-Paris 75016 - O primeiro livro de Lolita Pille mais parece um post de uma blogueira ruim.

2 de junho de 2005

The Post Strikes Back

Episódio V - O Império Contra Ataca. Apenas o favoritão, o mais bem escrito e mais bem dirigido filme de Star Wars. Embora seja o segundo ato de uma trilogia e como tal sofra por não resolver nada, não ter um final grandioso e ser apenas o elemento de ligação entre a parte 1 e a parte 3, o time do Império Contra Ataca deu show e realizou um dos melhores filmes de todos os tempos. E vamos aos 10 mais:

10. Luke pendurado de cabeça pra baixo na caverna do Wampa, fazendo papel de lanchinho da noite... e a força sendo usada pela primeira vez pra tirar o sabre da neve.

9. O momento "Eu sou seu pai", a cena mais memorável da saga quiçá da história do cinema. Santa reviravolta.

8. Vader enforcando o Almirante Ozzel pela televisão. Vai dizer que você nunca quis fazer isso?

7. A primeira espiadela na careca cheia de cicatrizes do Vader. Creepy.

6. Leia: "I love you"
Han: "I know"
Porque todo nerd sempre quis ser Han Solo (embora se identifiquem com o Luke) e porque hoje a gente vê um outro episódio da mesma saga e temos que assistir diálogos como "I love you" / "No, I love you more".

5. Luke interrompe o treinamento Jedi pra ir salvar os amigos. Yoda e Obi-wan enchem o saco pra ele ficar mas ele acaba indo assim mesmo. Você pensa "tá legal, o mocinho vai lá, salva geral, volta e continua o treinamento e é óbvio que não vai dar merda, porque se ele morrer não tem mais filme", e quando acaba de concluir o raciocínio Yoda manda a pérola "No, there is another" e derepente ele não é mais tão essencial assim pra história e você já não sabe mais se ele pode morrer ou não. (E aliás, de onde saiu a escada que o Luke usa pra subir no X-Wing quando tá em Dagobah?)

4. Vader sentadinho na cabeceira da mesa de jantar se levanta e impede os tiros do Han Solo na mão grande. É muita classe.

3. Yoda!!
- Tudo! mas especialmente ele batendo no R2 com a bengala (nao importa quantas vezes você assista é sempre mais engraçado que a vez anterior), e quando você se dá conta de que Yoda é Yoda.

2. Tudo dar errado para os mocinhos o tempo todo. Eles perdem a batalha em Hoth, fogem o filme todo, o hyperdrive nunca funciona e no final Luke ainda perde a mão e o sabre. cacete!

1. Yoda andando de cavalinho na garupa do Luke. :)

1 de junho de 2005

Behold the happy Nerd!!!



And how can this be? Bow before him, for he is the Kwisatz Haderach!